top of page

Como cuidar dos seus Cristais

Os Cristais são instrumentos importantíssimos criados pelas mãos habilidosas dos elementos, não somente da Terra, gerados no útero da própria Natureza.

E com suas energias, vibrações e beleza, assumem um papel tanto físico quanto energético em nossa prática mágicka em geral.

Mas como outros instrumentos, merece cuidados apropriados, para que possamos sentir, utilizar e corresponder a essa vibração.

Vamos tratá-los como as Ervas: Têm grande variedade, tipos, formas, cores e usos, assim como alguns perigos. Com algumas ervas não fazemos chá, pois podem ser tóxicas, com outras não fazemos incensos e muitas não são tocadas ou consumidas. Com os cristais também, cada cristal tem sua forma específica e determinada de usarmos e também de cuidarmos.

Os cuidados com os Cristais podem se resumir em três processos:

Purificação, Energização e Programação.

Purificação, o que é?

A Purificação é uma técnica usada para descarregar energeticamente o cristal e deixá-lo sem interferências de energias externas, apenas com sua própria e natural energia vibracional. Deste modo ele fica de certa forma 'neutro', esperando ser energizado para estar saudável para trabalhar bem sua vibração naturalmente pura e predeterminada pela Natureza.

Porque temos que Purificar?

Os Cristais atuam em grande maioria como filtros de energias, seja guardando, transmutando, potencializando, distribuindo e/ou tantas outras formas de se trabalhar energias, logo, parte dessas energias ficam 'presas' em seu interior. Com a Purificação correta, garantimos que o Cristal viva para a eternidade funcionando do modo que foi determinado em sua criação. Caso a limpeza não seja realizada, o Cristal pode fisicamente rachar, quebrar e até mesmo saltar de suas mãos ou mesmo de locais seguros para então cair no chão e dispersar esta energia acumulada.

Além disso, muito dos cristais que adquirimos passam por inúmeros processos e pessoas até chegar às nossas mãos, portanto é indispensável que retiremos a energia que esses locais, máquinas e pessoas estranhas depositaram, mesmo que sem intenção, em nossos cristais.

Com que frequência devemos Purificar?

Isso vai depender do tipo de cristal, mas o ideal é que seja sempre após o uso, principalmente após alguma terapia ou ritos mais densos.

Em períodos de uma Purificação por Lunação(uma a cada 29 dias pode marcar a Lua Nova como dia de Purificação) quando usado como acessório ou mesmo decoração de ambiente e altares em forma de amuletos.

Sempre que sentirmos ele pesado energeticamente, quando estão muito carregados e já prontos para rachar, costumam parecer mais pesados que o normal, uma sensação de agonia pode se manifestar em nosso interior nestes momentos.

Qual o melhor momento para Purificar?

Lua Minguante, o melhor momento é o Quarto Minguante, quando a energia da fase esta mais forte, mas sabemos que dá pra usar quaisquer das fases utilizando da evocação correta da energia lunar ou simplesmente optando por não utilizar esse energia.

E por quais meios podemos Purificar um Cristal?

Ai entra a parte difícil, pois é comum (porém erradíssimo) indicar e usar o Sal-Grosso, Água e outros elementos que podem e vão literalmente matar seu cristal, tanto energeticamente quanto fisicamente e em alguns casos há riscos a você também.

Vamos ver algumas técnicas eficazes de se Purificar um Cristal.

Nos casos abaixo é importante usar os fluxos de energia do nosso corpo no momento da técnica. Utilize de seus exercícios de Visualização para te auxiliarem aqui.

Quando for colocar o cristal, use sua mão receptiva e quando for recolher use sua mão de poder(geralmente é caracterizada como a mão que usa para escrever).

Terra: Purifica e Energiza.

O útero dos Cristais. É sem dúvida o mais indicado, o mais sadio e seguro dentre todas as técnicas que podemos usar, além de ser a mais fácil de todas.

Coloque-os em contato com a Terra, você pode enterrar ou somente repousá-los sob uma folha ou na terra do jardim ou mesmo em um vaso de plantas de seu apartamento.

Tempo: Para a primeira purificação o ideal é uma Lunação completa, começando no primeiro dia de Lua Minguante e recolhendo na noite de Lua Cheia.

Porém em um período de 2 a 6h a Terra já purificou e energizou o cristal com sua vibração natural de maneira bem efetiva.

Riscos: Zero, desde que estejam seguros do Sol e da chuva e longe de crianças e animais domésticos para evitar acidentes.

Obs: Pedras negras e de energias mais fortes devem ser colocadas longe de plantas mais sensíveis como flores.

Indicado para: Todos os tipos de cristais.

Carvão: Purifica.

Esponja natural. O Carvão é conhecido por absorver impurezas, tanto físicas quando energéticas, agindo como uma esponja. Apenas coloque-os sob o carvão.

Tempo: 6 a 12h já é efetivo.

Riscos: Zero, desde que não use em cristais com muita porosidade.

Obs: Use carvão virgem em pedaços e não em pó.

Indicado para: Cristais não-porosos. (Turmalinas, Rosa do Deserto, Cianitas são porosas)

Cristais Especiais: Purificam e Energizam.

Assim como no caso da Terra, basta colocá-los junto ao cristal especial.

Estes são Autolimpantes, ou seja, não necessitam de que os purifiquemos.

Os Cristais Especais: Devolvem ao cristal sua vibração correta e natural, tirando as influências energéticas presas neles, como dois imãs colocados próximos, eles alinharão seus campos magnéticos de forma a estarem em sincronia.

Pode-se guardar estes cristais junto aos outros para mantê-los sempre em bom estado físico e energético. -São ótimos com amuletos-

Dentre eles são:

- Citrino e Ametista:

De 4 a 12h para completar a purificação e energização.

Ideal para o grupo dos Quartzos.

-Cuidado com Citrinos dourados ou amarelados, eles são falsos-

- Selenita:

De 1 a 4h para completar a purificação e energização.

Ideal para absolutamente todos os tipos.

- 'Pedra de Rio':

Aquelas 'pedrinhas' são Quartzos, Jaspes e Ágatas roladas naturalmente por rios e ventos, chamadas também de 'cascalho' ou 'seixo'. Desvalorizadas e pouco desejadas infelizmente, pois são ideais para a purificação e energização de outros cristais e até para plantas e ambientes.

De 4 a 8h para completar a purificação e energização.

Ideal para absolutamente todos os tipos.

- Basalto:

Este somente purifica. Assim como o carvão, ele absorve impurezas.

De 6 a 12h para completar a purificação.

Ideal para todos os tipos, sobretudo as de proteção, pedras-negras e mais fortes.

- Concha do Mar e Coral:

(Não são cristais, mas valem. Ainda contam como mineral sendo constituídas por cálcio, sódio e outros elementos).

De 12 a 24h para completar a purificação e energização.

Ideal para absolutamente todos os tipos.

Dica: Se tiver uma concha grande, coloque-os dentro e feche a concha como se o cristal fosse uma pérola.

- Círculo de Quartzo:

Faça um Círculo com Cristais de Quartzos Transparentes, já purificados e energizados, e no centro coloque o Cristal a ser Purificado.

Programe o Círculo para agir como um aspirador de energias que não pertençam naturalmente ao cristal que esta dentro dele, deixando somente a energia natural, fazendo com que ele fique energizado.

De 6 a 24h para completar a purificação e energização.

Ideal para absolutamente todos os tipos.

- Drusa e Geodo:

De qualquer tipo.

Drusas são cristais que ainda possuem sua raiz de rocha de onde nasceram e sua conexão com a sua Terra de origem não foi 'cortada'.

Geodos são formações que possuem também as Raízes e também um formato de caverna em seu interior.

Colocando os cristais acima das drusas ou no interior dos geodos, estamos devolvendo um pouco do contato dele com uma raiz de rocha, o que é ideal para uma purificação e energização.

De 12 a 48h para completar a purificação e energização.

Ideal para absolutamente todos os tipos.

Incenso:

Neste momento, purifica somente. Acenda um incenso ou um ramo de ervas secas com propriedades de banimento e purificação, espere uns momentos para a fumaça envolver o local (melhor no altar). Pegue o cristal com sua mão receptiva(a mão de proteção, por onde recebe energia) e gire o cristal em volta do Incenso por cinco vezes em sentindo anti-horário. Em cada volta você vai visualizar a energia deixando o cristal e indo embora na fumaça e retornando ao universo/natureza, para então ser transmutada. Repouse o cristal em frente ao Incenso e deixe-o ali até que o Incenso acabe.

Risco: Zero, tomando cuidado somente para a mão não tocar na brasa do Incenso.

Obs: Sentido anti-horário porque estamos banindo as energias. Cinco voltas para representação e pedido de purificação pelos 5 elementos. (cuidado com o sentido anti-horário, como estamos no Hemisfério Sul, esse sentido é inverso, acompanhando o sentido do ponteiro do relógio).

Indicado para: Todos os tipos de cristais.

Ervas Indicadas: Pimentas, Mentas, Arruda, Sete-Ervas, Canela, Mirra, Sálvia-Branca, Cedro, Lavanda, Junípero, Olíbano, Copal, Rosas Brancas.

Água:

Chuva, lago, nascente ou mesmo um aquário natural ou bica e até a torneira de casa.

Simplesmente lava-se os ccristais pedindo que a água leve todas as impurezas.

Tempo: Alguns minutos.

Risco: Muitos cristais jamais devem ser molhados porque podem ocorrer reações químicas que podem liberar substâncias tóxicas para nós ou se dissolverem facilmente.

Indicado para: Cristais livres de(que não contém) porosidade, metais e/ou substâncias solúveis/reagentes em água. (Pirita é metálica e altamente tóxica, Rosa-do-Deserto é porosa, Hematita é metálica)

Chá:

Seguindo os cuidados com a água citados acima, prepara-se um chá bem concentrado com Ervas e lava-se o Cristal despejando o chá em cima e deixando que ele leve todas as impurezas com ele, como um banho de descarrego.

Tempo: Alguns minutos.

Risco: Não usar chá quente, o choque de temperatura pode estourar cristais igual a vidros.

Ervas Indicadas: Pimentas, Mentas, Arruda, Sete-Ervas, Canela, Mirra, Sálvia-Branca, Cedro, Lavanda, Junípero, Olíbano, Rosas Brancas.

Pentáculos e Selos:

O tentáculo(de metal, madeira ou mesmo de pedra) ajuda na Purificação e Energização de muitos instrumentos, entre eles, os cristais.

Basta colocar o cristal dentro ou acima do pentáculo já consagrado e fazer os movimentos do pentagrama em sentido anti-horário em cada uma das pontas com a mão(pode ser usado um Incenso ou o athame).

Tempo: O tempo que durar o incenso.

Risco: Zero

Obs: É legal saber qual o elemento regente do cristal e começar a desenhar os pentagramas em anti-horário a partir dele, isso intensifica a purificação para o tipo de cristal, mas não é regra.

Sal:

Sal, Sal-Grosso, Sal Marinho, Sal-Negro, Sal-Rosa do Himalaia...vale pra todos.

Ele purifica tão intensamente o cristal que vai deixá-los estéreis, ou seja, vai apagar tão forte suas energias e suas memórias de bilhões de anos que vão deixá-los sem função, mortos, sem uso e sem vibração.

Além deste perigo, existe o risco físico onde o sal pode penetrar o cristal e ir aos poucos, imperceptivelmente corroendo os cristais de dentro para fora, tornando-os frágeis e quebradiços. Superficialmente age como uma lixa que vai riscando e retirando o brilho.

Além disto ocorre os perigos de reações químicas com as substâncias do cristal com as do Sal.

Risco: Total.

Indicado para: Não indicado para nenhum tipo.

Energização

Após realizada a Purificação devemos devolver ao cristal sua vibração natural, sua energia vital(sim, cristais são seres dotados dessa energia). Um cristal sem essa vibração é simplesmente um adorno ou decoração sem função, sem essência ou vida. Essa vibração é o que diz ao cristal sua identidade, que lhe dá o sentido de existir e diz a ele onde, como e o que ele deve fazer. É o que diz a uma Ametista que ela deve transmutar energias e o que diz a uma Turmalina-Negra que ela deve expelir energias mais densas. Os modos de Energização são bem simples. Como vimos no texto acima, a Terra é o modo mais natural, eficiente e que realiza todas as etapas que um cristal necessita para se manter saudável. O uso de outros cristais e minerais e até mesmo o uso de nossas mãos e energias pessoais são utilizadas aqui.

Energização, o que é?

Como o nome sugere, é literalmente carregar nossos cristais com energias, alimentá-los com energias específicas para trabalharem e se manterem vivos e saudáveis.

Por que devemos Energizar?

Um cristal mal nutrido não poderá exercer sua função ou trabalhar com suas vibrações de forma adequada, ele estará faminto e cansado de certa forma.

Com que frequência devemos Energizar?

Sempre após uma purificação ou quando sentir a necessidade neles, mas sem exagero, o excesso de energias é danoso da mesma forma que a falta dela.

Qual o melhor momento para Energizar?

Lua Crescente, principalmente entre Quarto Crescente e a Lua Cheia. Mas as duas semanas de Lua Crescente são ótimas no geral. Mas isso é pessoal, e não é uma regra, apenas uma sugestão. Os modos de Energização são: Terra: Purifica e Energiza. O útero dos Cristais. É sem dúvida o mais indicado, o mais sadio e seguro dentre todas as técnicas que podemos usar, além de ser a mais fácil de todas. Coloque-os em contato com a Terra, você pode enterrar ou somente repousá-los sob uma folha ou na terra do jardim ou mesmo em um vaso de plantas de seu apartamento. Tempo: Em um período de 2 a 6h a Terra já purificou e energizou o cristal com sua vibração natural de maneira bem efetiva. Riscos: Zero, desde que estejam seguros do Sol e da chuva e longe de crianças e animais. Obs: pedras negras devem ser colocadas longe de plantas mais sensíveis como flores. Indicado para: Todos os tipos de cristais. Cristais Especiais: Alguns Cristais tem a habilidade de se Purificar e Energizar e podem estender essa habilidade para outros cristais que estejam próximos. No texto de Purificação fala de alguns outros que também Energizam, além de Purificar. Aqui colocarei mais alguns para a lista, com foco na função de energizar outros cristais. Dentre eles são: - Âmbar e Opala Branca: São na verdade resinas orgânicas naturais petrificadas, seiva de árvores de outras eras inclusive podem conter fósseis incrivelmente preservados de insetos e pequenos animais. Suas energias podem ser direcionadas a cristais e outros objetos para carregá-los. Um dia já é mais do que suficiente para carregar completamente um cristal. - Calcitas: Em geral todas as variedades Energizam bem outros Cristais, mas para potencializar podemos combinar as cores com as funções dos cristais a serem energizados, como usar uma Calcita-Amarela para Energizar uma Pedra-do-Sol ou uma Calcita-Verde para Energizar uma Aventurina(ou mesmo um Quartzo-Rosa, a cor não é a mesma mas a energia é muito parecida, use isso na escolha). De 6 a 72h já é o suficiente para carregar completamente um cristal. Calcita-Óptica é a mais versátil e rápida dentre todas para esta função. - Quartzo-Fumê: Esfumaçado, geralmente com cor acobreada, amarronzada ou enegrecida. Este Quartzo tem sua energia ampliada com sua radiação e é ótimo para carregar outros cristais. De 6 a 24h já é o suficiente para energizar outros cristais. - Quartzo-Rutilado: Com estacas finas, semelhantes a agulhas prateadas, as vezes também brancas ou douradas em seu interior. Os Rútilos são ótimos condutores, amplificadores e direcionadores de energias. De 6 a 24h já é o suficiente para carregar completamente um cristal. - Cristal-Laser: Geralmente nascem tortos, achatados e finos, com os lados estrilados e ásperos com restos de raiz de rocha em uma das pontas. Coloque o cristal em frente à ponta mais limpa. De 2 a 6h já é o suficiente para carregar completamente um cristal. - Quartzo-Turmalinado: Quartzos com a presença de Turmalina-Negra em seu interior. Esta combinação proporciona o melhor dos dois em um direcionamento de energia que pode ser absorvida por outros cristais. De 2 a 6h já é o suficiente para carregar completamente um cristal. - Fluorita: Suas camadas multicoloridas e a presença de flúor proporcionam uma gama muito grande de energias. de 12 a 24h já é o suficiente para carregar completamente um cristal. - Dolomita-Branca: As pedras mais usadas na jardinagem e em decoração de interior ou e spa e clínicas estéticas. Elas devolvem o equilíbrio natural ao cristal e consequentemente sua energia. De 12 a 24h já é o suficiente para carregar completamente um cristal.

Água: Nascentes, mar, córregos ou mesmo a torneira de casa sem problemas. A água pode também purificar, mas quando se trata de energização se sai muito bem também, uma água energizada pelos raios solares, por outras pedras, por sua energia com imposição de mãos... Basta lavar os cristais por alguns momentos. Riscos: Verificar o comportamento físico e a toxicidade do cristal antes. Conheça-os. Obs: Nem todo cristal pode ser molhado, mesmo que seja rapidamente. Indicado para: Cristais que não tenham reações com a água, que sejam pouco porosos e livres de metais e substâncias solúveis em água. Luz Solar: O Sol é uma grande fonte de energia, ele proporcionou a possibilidade de haver e manter a vida em nosso planeta e essa Energia pode ser armazenada em nossos cristais. Basta deixá-los tomar um Banho de Luz pela manhã, os primeiros raios da alvorada. Tempo: De 1 a 4h no máximo. Riscos: Nem todo cristal aceita a luz solar, podendo perder sua coloração ou se rachar. Obs: Nem todo cristal combina com a energia solar. Um cristal com energia lunar, como uma Ametista jamais deve ser exposto ao sol, além de descolorir sua energia interna seria contrastante com a energia que estaria recebendo, como ligar um aparelho 110v em uma tomada 220v. Indicado para: Cristais solares, mas somente os que aceitam a exposição à luz solar direta. E em geral, as metálicas e negras sobretudo usada em proteções e banimentos. Dica: Cristais que trabalham do 4º Chakra para baixo trabalham bem com a energia solar. Energia Lunar: Assim como o Sol, a Lua tem grande importância e influência na vida e ciclos do nosso planeta ou mesmo ciclos naturais dos seres vivos. Para carregar os cristais com a energia da Lua basta pegar a noite de Lua Cheia e dar um banho de luz neles. Mas é importante salientas que, não é a luz refletida pela Lua que carrega essa energia mas sim sua atração gravitacional, ou seja, pode estar nublado, pode estar dentro de casa no altar ou em qualquer outro lugar ou ambiente, a atração gravitacional da Lua conseguirá energizar perfeitamente o seu cristal. Lembrando que a Lua pode estar presente durante o dia, não somente a noite. Tempo: De 2 a 6h. Riscos: Físicos nenhum, mas nem todo cristal aceita a energia lunar. Obs: Verifique se o cristal prefere energia lunar ou solar e escolha a mais apropriada. Indicado para: Todos os tipos de cristais que aceitam a energia lunar. Dica: Cristais que trabalham do 4º Chakra para cima trabalham bem com a energia lunar. Chás: Podemos utilizar a energia de diversas ervas e guardá-las nos cristais. Quanto mais concentrado o chá, melhores resultados. Aqueça a água, sem ferver e sem mexer, já com as ervas dentro, apague o fogo assim que subirem as primeiras bolhas, abafe e espere esfriar, coe e lave ou até mesmo deixe o cristal submerso no chá por alguns minutos. Risco: Água quente pode trincar ou estourar cristais, espere esfriar. Nem todo cristal poder molhado, pelos motivos citados anteriormente. Obs: Escolha a erva de acordo com as propriedades do cristal, isso é importante. Indicado para: Todos os cristais que aceitam água. Ervas versáteis: Artemísia, Sândalo, Mirra, Rosas Brancas, Hortelã, Café e Gengibre. Incenso: Acenda o incenso ou ramo de ervas secas no local, pode ser no altar. Espere a fumaça se espalhar um pouco e então pegue o cristal com sua Mão de Poder(geralmente é a que usa para escrever), a mão que envia e direciona sua energia. Pela fumaça você vai girar o Cristal cinco vezes em sentido horário, visualizando a energia entrar por sua mão receptiva e vai até a outra mão com o cristal e então energizando o cristal. Após isso repouse o cristal em frente ao incenso até que termine de queimar. Risco: Zero, só cuidado para não tocar a brasa do incenso. Obs: Escolha a erva de acordo com as propriedades do cristal, isso é importante. (cuidado com o sentido horário, como estamos no Hemisfério Sul, esse sentido é inverso, acompanhando o sentido contrário do ponteiro do relógio). Indicado para: Todos os tipos de cristais. Ervas versáteis: Artemísia, Sândalo, Mirra, Rosas Brancas, Hortelã, Café e Gengibre. Fogo: Acenda uma vela no altar e faça o mesmo procedimento do executado com o incenso. Risco: Zero, só cuidado com a chama e jamais passe o cristal diretamente no fogo. Obs: Pode associar a cor da vela com a função do cristal. Pode consagrar uma vela especificamente para esta função e apagar ao terminar, reutilizando a vela em energizações futuras. Alguns cristais ao serem aquecidos se tornam tóxicos, nunca os coloque na chama. Indicado para: Todos os tipos de cristais. Sopro: Esta técnica pede um bom domínio da Visualização. Sentado, em posição de lótus, deve direcionar sua mão receptiva para baixo (para a Terra) e o cristal fica repousado na sua mão de poder aberta com a palma para cima na altura do seu rosto. Sinta e visualize a energia vinda da Terra entrando por sua mão receptiva e caminhando por todo o seu corpo, quando sentir estar pronto, assopre suavemente o cristal visualizando esta energia emanando de você e envolvendo todo o cristal. Risco: Zero. Obs: Pode sussurrar ao cristal que você esta energizando-o naquele momento. Indicado para: Todos os tipos de Cristais. Pentáculos e Selos: Do mesmo modo que é usado para Purificar, também é usado para energizar. Coloque o cristal no centro do pentáculo e faça os movimentos do Pentagrama cinco vezes, uma para cada ponta. Riscos: Zero. Obs: É interessante ver qual o elemento regente do cristal e começar a desenhar os pentagramas a partir deste elemento, mas não é regra. Indicado para: Todos os tipos de cristais. Cobre: Esse metal é um excelente condutor de energia e também um excelente amplificador e energizador, utilizando de energias diversas do local ou de objetos próximos, transmutando e direcionando do cristal. Repouse o cristal em cima de uma peça de cobre, se for algum objeto cumprido, coloque o cristal na ponta. Tempo: De 6 a 12h dias. Risco: Zero. Obs: Deixar o cobre pegar Sol antes do processo aumenta sua capacidade de energizar. Indicado para: Todos os tipos de Cristais.

Programação Após a Purificação e a Energização de nossos cristais, chega a hora de termos uma conversa íntima com cada um deles e definirmos qual será a função dele conosco daquele momento em diante. A programação vai ajudar o cristal a destacar certas vibrações e desligar outras, deixando os cristais mais eficientes para os usos que queremos. Mas é importante lembrar que só é possível programar as vibrações que o cristal já possui naturalmente, não é possível adicionar vibrações aos cristais. Podemos fazer uma macieira dar maçãs mais vermelhas ou mais doces, mas não dá para fazer a macieira dar bananas, por exemplo. A programação é o processo mais simples com o cristal, mas requer um bom domínio sob sua Visualização. Vamos lá, os ritos de programação mais comuns e acessíveis são: Sussurro: A sua mão de poder é aquela que você usa para exteriorizar seus pensamentos e vontades, em outras palavras é aquela com que você escreve. Após a limpeza e energização, basta sentar-se, relaxar uns instantes e pegar o cristal com essa mão, sentindo o peso, o volume, a textura, a essência e a vida do cristal. Quando sentir estar conectado a ele, direcione energia de sua mão receptiva até sua mão de poder com o cristal. Essa energia não vai ser uma energização, vai ser um modo de dizer: ''-É esta energia que eu desejo que trabalhe''. Fique assim até que sinta que esta completo, termine com um sopro suave e sussurre alguma palavra de agradecimento como ''-Gratidão por sua essência em meu caminho'', esse sussurro vai ativar a programação. Após este processo o cristal vai vibrar com mais frequência a energia que você determinou e com menos frequência as outras que ele também possui mas não se fazem necessárias naquele momento. Dicas: Caso queira deixar mais claro ao cristal a programação de energias correta, pode-se segurar em sua mão receptiva: ervas, símbolos, incensos ou qualquer outro objeto que simbolize a energia que esta programando. Pentáculos e Selos: Com seu pentáculo do altar e uma folha de papel com canetas ou lápis coloridos você pode criar um selo ou sigilo, como uma clavícula que é uma espécie de 'Chave de Acesso' a outros planos, podemos acessar diretamente interior do cristal e reorganizá-lo. E usar uma vela prateada para ativá-lo. O pentáculo deve ter um tamanho médio, para facilitar os desenhos. Coloque o pentáculo em cima de uma folha de papel em branco, faça um ponto prateado e coloque o cristal no centro, dentro ou em cima do pentágono que se forma no centro do pentáculo. Dentro dos triângulos que compõem as cinco pontas da estrela, começando com a ponta do Espírito, a de cima, desenhe um símbolo ou escreva a essência do cristal em roxo. No seguinte, da Água, onde o cristal atuará em você em azul. No seguinte, da Terra, o uso em que o cristal terá com você em preto. No seguinte, do Fogo, a vibração que vai ser mais forte no cristal em vermelho. No seguinte, do Ar, o objetivo que você deseja alcançar com o uso em amarelo. Nos espaços entre os triângulos, desenhe em todos um ponto prateado ou se preferir, desenhe um símbolo planetário ou rúnico que simbolize a vibração do cristal. Enquanto desenha cada símbolo ou palavra, vá dando energia aos símbolos criados. Após terminar, acenda a vela próxima à primeira ponta e então a chave esta aberta e ficará agindo no cristal até que acabe de queimar. -Caso apague antes sozinha, significa que o processo já esta concluído. Pode-se guardar o papel para uma programação futura do mesmo cristal. Caso o cristal fique guardado dentro de locais fechados como caixas e baús, você pode embrulhá-lo com o papel para protegê-lo e manter sua programação ativa. O Presente dos Gnomos: Este é um método bem simples, mas só o faça se tiver um bom relacionamento com gnomos, e não estou falando de oferecer mel e maçã numa garrafa com boneco dentro. Falo de conhecer o que os gnomos são, o que realmente gostam que você faça, e não dos 'presentes' que você possa ofertar. Conheça-os, de verdade, vai ser melhor. Mas enfim, pegue uma casca de nozes, uma semente de alguma planta regional e uma vela branca. Dentro da casca você vai colocar a semente com um pouco de terra úmida. Vá até o jardim ou natureza próxima, pode ser um vaso e flores e enterre o cristal junto do presente, enquanto pede a ajuda dos gnomos e diz para eles o uso que cada cristal vai ter com você e que o presente é uma surpresa até que eles decidam abrir e germinar para descobrir. Volte no dia seguinte e desenterre o Cristal e ele estará programado. A Casca vai ficar ali até que os Gnomos decidam abri-la, o que pode as vezes levar alguns dias ou mesmo anos.

Outras dúvidas recorrentes:

O tamanho do Cristal interfere em seu funcionamento?

Jamais, desde que bem purificado, energizado e programado, ele pode ser de qualquer tamanho, desde um simples brinco até uma grade rocha. A energia e vibração será a mesma, com mesmos efeitos e intensidade.

Tem diferença entre Bruto, Rolado e Lapidado?

Sim e não, uns foram mais alterados e manipulados que os outros, mas como na resposta acima, desde que bem tratados, não haverá diferenças em questão de energias(ao menos que nos lapidados, usa-se formas ou figuras que podem trabalhar no simbolismo e com direcionamentos específicos de energia).

Outra pessoas podem tocar nos meus Cristais?

Melhor não, são seus e não dessa pessoa. Trate seus cristais como parte de você, uma parte intima de seu corpo, mente e essência. Não é legal deixar que outras pessoas nos toquem e nos passem energias estranhas. Mas se tocarem, nada de desespero, não vai ter que purificar, não vai ter que programar de novo e nem parar de usá-lo(só se a pessoa for realmente o mal encarnado pra deixar energia pesada o suficiente para invalidar seu cristal com o toque).

Cristais Tingidos, Queimados, Banhados e Resinas Sintéticas tem o mesmo valor de um Cristal Natural?

Jamais, estes foram tão alterados em sua forma, essência e componentes que são classificados como ''mortos''. Sua vibração e energia foram perdidas para sempre. E as resinas sintéticas, menos ainda, estas nunca possuíram qualquer energia ou vibração antes.

-Fica apenas pra decoração e fora do altar-

Sol e Lua são bons para os Cristais?

Sim e não. Depende do cristal e é bom saber antes de tentar.

Cristais podem quebrar e/ou descolorir no Sol, já outros metais e minerais, aguentam bem. Mas tirando essa parte física, é bom observar a energia também, uma pedra com energia Lunar, não iria gostar de um Banho de Sol. E uma com energia solar, não iria gostar de um Banho de Lua.

Devemos juntar a parte física e energética para sabermos se poderíamos expor ao Sol ou a Lua, por exemplo, um Citrino Natural é um cristal solar, porém por ser um cristal, perderia fácil sua coloração amarelada ao Sol, logo não devemos expô-lo ao Sol, mesmo tendo uma energia solar.


1.561 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
  • Telegram
  • Facebook
  • Instagram
  • Blogger
bottom of page