top of page

Gerald Gardner

Não dá para falar de Wicca sem falar de Gerald Brosseau Gardner o Pai-Criador da Bruxaria Moderna, a Religião Wicca.

Gerald Gardner nasceu em 13 de junho de 1884 em Blundellsands na Inglaterra, foi funcionário público, arqueólogo e antropólogo amador, escritor, naturalista e casado com Dorothea Frances Rosedale entre 1927 e 1960, ela nunca participou de suas práticas com o ocultismo. Gerald morreu em 12 de fevereiro de 1964, de ataque cardíaco em um navio que regressava do Líbano. Foi enterrado na Tunísia.

A família Gardner tem origem escocesa e eram de classe média, trabalhavam com importação de madeira. Havia uma enfermeira chamada Josephine McCombie, que estava encarregada de cuidar do jovem Gerald, pois sofria de asma. Ela ofereceu-se para levá-lo para climas mais temperados às custas do seu pai e em 1981 iniciaram suas viagens começando pelas Ilhas Canárias, depois para Gana, seguindo para a Ilha da Madeira e continuou suas viagens até 1900 quando um de seus vários namorados, David Elkington, a pediu em casamento.

Gardner passou a viver com ela e o marido no Ceilão, atual Sri Lanka, em 1905, Gardner volta para Inglaterra para uma visita aos familiares quando descobriu através de um rumor na família que o seu avô, Joseph, praticava bruxaria, e que, em 1610, um outro antepassado escocês, Grissell Gairdner, foi queimado por prática de bruxaria, em Newburgh. Este foi o seu despertar para o oculto, seu chamado.

Gerald ficou no Ceilão até o ano de 1908 quando decidiu mudar-se, primeiro para Singapura e depois para Borneo e Malásia onde tornou-se um plantador de borracha. Nestes locais fez amizades com as tribos locais e começou seus estudos amadores de antropologia, estudando a cultura, a crença e a religiosidade dos diversos povos, tinha também um fascínio por suas armas, amuletos e objetos tribais.

Em 1936 Gerald volta à Inglaterra e publica o texto autoritário Keris and other Malay Weapons (Keris e Outras Armas Malaias) baseado na pesquisa sobre armas no sul Asiático e práticas de magia. Também adotou o naturismo e a terapia através do sol.

Gardner publicou dois romances de “ficção”: A Goddess Arrives (Uma Deusa Chega), em 1939, e High Magic's Aid (Auxílio em Alta Magia), em 1949. Estes trabalhos foram seguidos de trabalhos já de investigação, e, portanto, fundamentados e estruturados: A Bruxaria Hoje (1954) e O Significado da Bruxaria (1959). Como na época de lançamento dos dois primeiros livros a Inglaterra ainda aplicava a inquisição em seu território, Gardner escolhe lançar os livros como sendo ficção, ambientando uma narrativa onde uma Alta Sacerdotisa ensina magia e bruxaria a um jovem aprendiz. Deste modo ele começava a apresentar a própria história e apresentar a bruxaria á comunidade da época de forma leve sem esconder de fato a verdade sobre a bruxaria moderna.

Gardner sempre viajou e conheceu culturas e religiões, sobretudo o ocultismo e as práticas de magia, ele afirmava ter sido iniciado em 1939 numa linha de Bruxaria Tradicional que ele acreditava ser uma continuação do Paganismo Europeu Ancestral. Após a morte de Gardner, Doreen Valiente identificou, baseando-se em algumas referências cruzadas que aquela que o iniciou seria Dorothy Clutterbuck no livro A Witches' Bible (A Bíblia das Bruxas), escrito por Janet e Stewart Farrar em 2002. No livro Triumph of the Moon (Triunfo da Lua) de Ronald Hutton fala que a Tradição Gardneriana foi inspirada em membros da Ordem Rosacruz de Crotona. Analisando as anotações de Gardner podemos notar que Gardner teve inspirações em Aleister Crowley em vários momentos para fundamentar a Wicca.


Alguns de seus prováveis títulos são:

Doutor em arqueologia Malaia pela Universidade de Saigon;

Copresidente da Associação Histórica de Bournemouth;

Cavaleiro do Arco Real pela maçonaria britânica;

Conselheiro da Sociedade Britânica de Folclore;

Diretor da seção Inglesa da O.T.O. (Ordo Templis Orienti), onde recebeu o sétimo e máximo grau diretamente de Aleisteir Crowley;

Diretor da Ordem Antiga Druida (Ancient Druid Order).


Podemos hoje dizer que a Wicca de Gerald Gardner é o reavivamento, adaptado e modernizado de práticas pagãs de diferentes locais e pensamentos, reunidos em uma estrutura religiosa reconhecida e legalizada oficialmente pela Inglaterra como uma religião. Outros locais do mundo hoje também reconhecem a Wicca como religião.

77 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Samhain

Beltane

Post: Blog2_Post
  • Telegram
  • Facebook
  • Instagram
  • Blogger
bottom of page