top of page

Os Ciclos Lunares


Lunação é um ciclo lunar completo, onde a Lua passa da Lua Nova totalmente escura, começa a ser iluminada passando então pela Lua Crescente, fica totalmente iluminada sendo a Lua Cheia e vai diminuindo o brilho até o último dia da Lua Minguante.

E então tudo recomeça... Esse período tem uma duração média de 29 dias, 12 horas, 44 minutos e 2,9 segundos, mas esse valor não é sempre o mesmo e pode variar em aproximadamente 10 horas pra mais e pra menos, isso porque sua órbita é elíptica, e não circular, fazendo a Lua se aproximar e se afastar da Terra a cada ciclo. Essa órbita nos proporciona uma aproximação máxima da Lua a cada lunação e quando essa aproximação ocorre em noite de Lua Cheia, sendo ela mais evidente, temos uma Super Lua, maior e mais brilhante. Uma outra curiosidade é que a Lua gira em seu próprio eixo no mesmo período que orbita a Terra, fazendo com que sempre vejamos a sua mesma face e as mesmas crateras voltada para nós. Esse ciclo é um Mês Lunar, o mês que utilizamos na magia quando necessita ser feito algo no primeiro dia do mês, no terceiro dia, no último e etc. Utilizamos este calendário, não o solar comum. Um ano no calendário lunar é equivalente a 364 dias do calendário solar. Disso que surge a tradição wiccana de estudar por um ano e um dia, pois deste modo um neófito consegue praticar e aprender sobre todos os festivais que o correm dentro desses 365 dias utilizando os dois calendário. Na magia e na natureza a Lua exerce uma forte influência sob a gravidade em nosso planeta e, como já sabemos, sua gravidade influência muito o comportamento da água, logo, a Lua é muito importante no controle das marés, crescimento das plantas e etc. Nosso corpo é constituído por cerca de 70% de água, logo, estamos suscetíveis à sua influência, de forma bem tênue, nada hollywoodiano. A mulher tem seu ciclo de produção hormonal que se exterioriza através da menstruação e a eliminação de óvulos infecundos, mas também pouco conhecido e explorado é a sua influência nos homens, que têm seu ciclo de produção hormonal que se exterioriza através da produção do esperma. Tanto o homem como a mulher são também influenciados pela Lua(como também por outros astros) nestes ciclos naturais do corpo. Isso também se caracteriza com a libido, que em geral fica mais forte quando a Lua esta em sua aproximação máxima. Animais são influenciados pela Lua com ciclos de caça, resguardo, cio e nascimento. A Lua Cheia para os lobos não significa nada de bom, é um período de fome e perigo, pois com a luminosidade refletida pela Lua, os lobos e outros predadores são facilmente visto por suas presas e a caça se torna mais escassa. Consequentemente é um período onde as presas estão mais seguras e podem se alimentar melhor. Este período muda com a Lua, na Lua Nova as presas estão em maior perigo e fome e os predadores mais escondidos e com período de abundância nas caças. Existem animais que seguem um ciclo perfeitamente alinhados com a Lua, como alguns crustáceos marinhos que só vão ao recife para acasalar uma vez ao mês, em noites em que a Lua esta em sua máxima aproximação. Aqui não abordaremos a questão divina da Lua. Em geral ela é tida como uma Deusa feminina:

  • Selene, Ártemis, Phoebe, Hecate para os Gregos.

  • Diana, Luna, Trivia para os Romanos.

  • A Deusa para os Wiccanos.

  • Losna, Artume para os Etruscos.

  • Chandra, Sinhivala, Wu Gang, Kunnechup Kamui, Jie Lin para os Asiáticos.

  • Máni, Elatha, Mēness, Tõlze, Hors para os Europeus.

  • Andriambahomanana, Iah, Kalfu, Thoth, Osiris para os Africanos.

  • Yarikh, Baal-Hamon, Napir, Kaskuh, Kusuh, Pecado, Aglibol, Homens para os Orientais.

  • Kuu, Yemaya, Isis, Anumati, Chang Xi para tantos outros.

Existem mais deuses lunares do que deusas nas diferentes culturas pelo mundo.

América do Sul:

  • Deusa Huitaca - Muisca

  • Deusa Chía - Muisca

  • Deus Abaangui - Guarani

  • Deusa Arasy - Guarani

  • Deus Coniraya - Inca

  • Deusa Mama Killa - Inca

  • Deusa Ka-Ata-Killa - Inca

  • Deusa Jaci - Tupi

Mas vamos a parte mágicka do assunto! Já reparou que em filmes e histórias contadas a Lua Cheia e a Lua Nova têm um papel muito importante? Essa é uma das poucas informações encontradas no popular que estão de acordo com a realidade do meio ocultista, em especial dentro da magia e tradições de bruxaria. Momentos de Lua Nova e em especial a Lua Cheia eram considerados momentos sagrados, de grandes ápices de poder e energia e as bruxas passavam praticamente o mês inteiro organizando os rituais daquela noite, pois, diferentemente do que se faz hoje, as bruxas celebravam apenas o momento real destas duas Luas. Hoje em dia com a popularização da Astrologia e dos "calendários de cozinha" acabou-se criando uma cultura de que existem apenas quatro fases lunares e ocorreu o erro de estica a duração de duas deles apenas para simplificar os cálculos e feitos. E por este motivo essas duas Luas eram tão especiais, pois ocorriam em momentos únicos no mês, em dia da semana único e em horas bem específicas, tornando o planejamento prévio, algo extremamente importante, afinal se perdessem uma Lua Cheia em um Domingo numa Hora Planetária de Vênus, a próxima poderia ser somente daqui duas ou seis gerações.

Se então são mais que quatro fases, quais são elas? São elas:

  • Lua Nova - Início do Mês Lunar

  • Lua Negra - Breve ápice da Lua Nova.

  • Emergente

  • Crescente

  • Corcunda

  • Lua Cheia - O meio do Mês Lunar

  • Disseminadora

  • Minguante

  • Balsâmica

Existem ainda outras Luas entre cada uma das Luas mostradas acima, mas o básico é este. Mais uma curiosidade, lembram-se de que os textos aqui mostram os movimentos, pontos cardeais e demais ações "ao contrário"? Pois é, não é diferente com a Lua, um efeito óptico faz com que quem esteja no Hemisfério Norte (Boreal) vejam a Lua crescer e minguar da direita para a esquerda e para os que estão no Hemisfério Sul (Austral) vêm a Lua crescer e minguar da esquerda para a direita. Tá, a Lua é bem legal, mas e na magia prática, como usa-la? É simples, bom nem tanto no início, mas ainda sim, bem simples! Primeiro devemos entender que: "Toda e qualquer influência, energia ou correspondência que queremos ter em nossos rituais, feitiços e meditações, devem antes ser invocadas e evocadas." Não adianta fazer um rito maravilhoso debaixo da Lua Cheia sem antes invocar para si e evocar para o local a sua energia. Caso contrário será apenas a iluminação pálida da Lua no local. Falaremos sobre como chamar por essa energia em outro texto, agora vamos primeiro a uma análise sobre as Luas. Mês Lunar ou Mês Mágicko: Lua Nova: Dia Zero da Lunação, dura em média 18 a 27 horas. Tradicionalmente ela era utilizada para a programação, organização e administração dos rituais, materiais e tudo o que mais fosse necessário para o preparo dos rituais, não muito utilizada para feitiços e rituais. Muito usada para questões relacionadas ao Ser, estudos, meditações, purificações e renovações. Um período de viagem à parte escura da alma. É a Lua do novo, do início e do despertar. A Lua do plantio de tudo o que deseja ver se desenvolver. É a Lua do segredo, do oculto e do olhar interior para preencher espaços vazios com coisas uteis. É a Lua do oculto, como uma semente que oculta toda uma árvore dentro de si, necessitando apenas das condições certas para crescer. Feitiços e Rituais: Para início de projetos de todos os tipos. Para solteiros ou apaixonados, feitiços de amor, abrir portas, harmonia. Feitiços para abrir caminhos, dar o primeiro passo. Feitiços e meditação para o autoconhecimento. Ótima para iniciar conexões. Lua Negra: Um período de 4 a 9 horas durante a Lua Nova. Quando a Lua Nova fica totalmente escondida no céu ocorre o que tradicionalmente chamamos de Lua Negra, a ocorrência é muito rápida, mas bem forte. É a Lua do mergulho no seu interior de forma completa, hora de saber quem você realmente é, nossa sensibilidade trabalha de forma muito afiada nesta Lua. Hora de se virar do avesso e se conhecer, se questionar, de mudar se for preciso, se entender. É a Lua do oculto dentro do oculto, do íntimo, do sacrifício. Algumas tradições reservam este momento para descansar as energias e não fazem nenhum tipo de atividade. Feitiços e Rituais: Auto descobrimento em geral, tudo relacionado a nosso íntimo. Leituras de Oráculos, trabalhar com o desenvolvimento de dons, habilidades e mediunidades, trabalhar nossos medos e fraquezas, nossas limitações espirituais e terrenas. Hora de cutucar nossos traumas, compreendê-los e superá-los. Lua Crescente: Duração média de 13 a 14 dias. Se apresenta em três fases: Emergente, Crescente e Corcunda. Emergente: Período do dia 1 ao dia 4 da Lunação. É a Lua que cresce, que impulsiona, que levanta e atrai. A semente plantada na Lua Nova floresce agora. É a Lua da curiosidade, da experiência, do olhar interior para vermos nossas qualidades e desenvolvê-las. Nesta fase a Lua começa a riscar o céu, como uma semente risca a terra para deixar-se sair. Feitiços e Rituais: Pedidos de prosperidade, crescimento, floração. Para dar animo e vida, espantar preguiça e levantar. Todos os tipos de feitiços de atração. Hora de estudar, conhecer coisas novas. Momento para cuidar de pedras e cristais. Momento de acordar ervas. Consagrações de instrumentos usando para manipular ou direcionar energias. Ótima para criar conexões. Crescente: Período do dia 5 ao 9 da Lunação. É o momento de maior energia da fase, quando ela está bem equilibrada entre luz e sombra Feitiços e Rituais: Paz e plenitude, mas cuidado, as coisas podem ficar calmas demais, ou seja, paradas. Abundância, invista sem medo no que te trará bons frutos. Corcunda: Período do dia 10 ao dia 14 da Lunação. A energia está aumentando rapidamente neste período, é um momento forte, mas bem traiçoeiro com quem não domina a visualização e manipulação. Feitiços e Rituais: Abundância, sorte, prosperidade, saúde e tudo o que mais quiser atrair rapidamente. Apenas tomando cuidado com a intensidade dos pedidos, pois a Corcunda costuma ser bem rápida e forte. Lua Cheia: Meio do Mês: é o dia 15 da Lunação. Período que dura em média de 17 a 28 horas. É a Lua completa, que transborda, cheia de poder e magia. A Lua da abundância, dos amantes, dos poetas e dos desolados. Majestosa e brilhante ela guia os perdidos. É a Lua da descoberta, da comprovação, do olhar interior e saber que o que você é agora, é fruto de suas próprias lutas e conquistas. Feitiços e Rituais: Para encher de poder, todos os instrumentos, sua casa, você, seus bichinhos e tudo mais. É a Lua do amor, feitiços de amor, de confiança, de amizade e de laços familiares. Para a cura, desde um coração partido a um coração nunca antes preenchido. Criatividade e ideias são bem trabalhadas nesta Lua. Leitura de oráculos, criar receitas, tudo o que for feito ficará transbordando de energia. Ótima para firmar conexões. Lua Minguante: Duração média de 13 a 14 dias. Se apresenta em três fases: Disseminadora, Minguante e Balsâmica. Disseminadora: Período do dia 16 ao dia 20 da Lunação. É a Lua que vai e começa a levar consigo tudo o que desejar. É a Lua do desapego, da despedida, do olhar para o interior e dar tudo o que não deseja mais. É hora de dizer adeus, de jogar pra longe, de rever conceitos e de se purificar. Feitiços e Rituais: Todo tipo de banimento, limpeza e finalização. Finalizar projetos, dar adeus, esquecer e deixar ir. Esconder e guardar coisas, como segredos. Hora de relaxar fazendo desabafos aos ventos. Minguante: Período do dia 21 ao dia 25 da Lunação. É o momento de maior energia da fase, quando ela está bem equilibrada entre luz e sombra Feitiços e Rituais: Esquecimento e superação, equilíbrio de emoções e físicos, curas, limpezas, banimentos, colheitas de ervas para rituais. Balsâmica: Período do dia 26 ao último dia da Lunação. Momento em que a Lua se esvazia por completo. É o ponto final que você precisa em algumas coisas. Feitiços e Rituais: Muito forte para banimentos, maldições (lançamentos ou quebras), destruição, fins gerais, exorcismos, cortes, momentos com a ancestralidade e com a parte escura da alma. A duração pode variar em algumas horas devido a distância em que a Lua esta em relação ao planeta Terra durante tal fase. Outro ponto importante é o desenvolvimento de técnicas de Visualização e Manipulação de Energias. Para o trabalho utilizando energias lunares, precisamos compreender que é perfeitamente possível utilizar qualquer fase, qualquer Lua para absolutamente qualquer objetivo, bastando moldar suas energias de acordo com o seu objetivo. Podemos também utilizar outras energias em conjunto, energias essas que também devem ser evocadas ou invocadas para agir no momento do ritual:

  • Horários Planetários

  • Constelações


721 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Samhain

Post: Blog2_Post
  • Telegram
  • Facebook
  • Instagram
  • Blogger
bottom of page